CONTEÚDO SÓLIDO

O estado sólido é um estado da matéria, cujas características são ter volume e forma definidos (isto é, a matéria resiste à deformação). Dentro de um sólido, os átomos ou as moléculas estão relativamente próximos, ou "rígidos". Mas isto não evita que o sólido se deforme ou comprima. Na fase sólida da matéria, os átomos têm uma ordenação espacial fixa, mas uma vez que toda a matéria tem alguma energia cinética, até os átomos do sólido mais rígido movem-se ligeiramente, num movimento "invisível".

Quando eu era criança


Perdoe minha ignorância, mas quando eu era criança os palhaços eram mais coloridos, mais engraçados, aliás, tudo era mais colorido e mais engraçado.
Que saudade eu tenho dos tempos de infância, quando eu só chorava por ralar o joelho, mas nada que um metiolate não pudesse curar, agora nem metiolate existe mais, pelo menos aqui em casa.
Acordava cedo pra aproveitar meu tempo, assistia desenho, desenhava, andava de bicicleta, corria, jogava bola, comia um pacote inteiro de bolacha recheada.
Que saudade dos tempos de infância, eu não tinha uma espinha, não me importava como estava meu cabelo, eu só queria me divertir.
Comia qualquer coisa, batata frita, brigadeiro, eu não tinha medo de engordar.
Cantava e dançava sem ter medo de errar a letra ou os passos. Cantava inglês, espanhol, italiano, dependia da música, errando ou não, nada importava.
Andava na chuva, caia de bicicleta, ralava o joelho, mas logo voltava a brincar. Subia em árvores, chupava manga, nem os fiapos podiam me incomodar.
Não pensava na morte, nem ao menos sabia que ela poderia chegar. Não tinha idéia que existia inferno, diabo então, nem tinha ouvido falar.
Tomava sorvete, chupava laranjinha, tomava banho de piscina, sem medo nenhum de gripar.
Pulava corda, amarelinha. Brincava de policia e ladrão, nem imaginava o que era roubar. Brincava de "o mestre mandou", não tinha vaidade, obedecendo ou mandando, eu só queria brincar.
Brincava de estátua mas não conseguia parar.
Brincar era meu ofício, me bastava só começar. Estudar era fácil, era só desenhar e pintar.
A tardezinha me sentava no sofá, com meu pacote de bolacha e assistia tv colosso até acabar.
A noite era só descansar, sem nenhuma preocupação, sabendo apenas que no dia seguinte seria um novo dia e tudo que eu faria era apenas brincar...


1 SOLTEOVERBO:

Rsrs. Me identifico com essa infância. Crianças tem muito menos preocupações. Das que temos hoje algumas são legítimas e outras não. Mas responsabilidade também é bom, e isso vem com o tempo, e não é uma coisa ruim. Afinal, precisamos crescer. A infância é uma fase, e que bom que você a aproveitou bem. Claro que há algumas coisas na infância que não precisam ser perdidas, e você citou algumas. Uma delas é a confiança de que sempre seremos providos (de amor, de confiança, etc) no dia seguinte.

 

Postar um comentário