CONTEÚDO SÓLIDO

O estado sólido é um estado da matéria, cujas características são ter volume e forma definidos (isto é, a matéria resiste à deformação). Dentro de um sólido, os átomos ou as moléculas estão relativamente próximos, ou "rígidos". Mas isto não evita que o sólido se deforme ou comprima. Na fase sólida da matéria, os átomos têm uma ordenação espacial fixa, mas uma vez que toda a matéria tem alguma energia cinética, até os átomos do sólido mais rígido movem-se ligeiramente, num movimento "invisível".

ora pensa, ora vive

quando não penso vivo
quando não vivo penso
quando não penso não escrevo
quando escrevo não vivo
quando vivo não penso
quando penso escrevo

agora pensa
escreve
agora vive

suspiros


as palavras são suspiros
se desfazem no vento
novas palavras se formam
novos suspiros me vem

saudade



'a saudade é a fome da alma.'
e de fome se morre e se mata

e você...corre


e você corre corre
corre como um louco
e você corre e tudo que vê
é um campo de trigo
e você corre e sempre se depara com trigo
e é apenas trigo
é o mesmo trigo
pra onde olha é sempre igual
é sempre trigo
e você corre
você corre como um louco
e sempre que chega a algum lugar
parece o mesmo lugar onde você estava
será que está andando em círculos?
você parece um cão correndo atrás do rabo
e você se cansa de correr,
olha para o céu
e tudo muda
você não quer mais correr atrás do trigo
você não quer mais correr atrás do vento

alguém então te leva a voar.

O amor é uma canção
que só quem ama
consegue ouvir.

Compartilhar vida é urgente

Interessante que quando Jesus pregava e as pessoas logo que se arrependiam, quando as pessoas, de fato, conheciam a Jesus, elas já saiam com uma missão, e no mesmo instante iam anunciar o evangelho. Com quão alegria recebiam a vida de Jesus que de imediato levavam as boas novas. Boas novas. Boas novas. Boas notícias que rapidamente seriam passadas para as outras pessoas.
O endemonhado de gadereno que num momento depois de ser liberto de uma legião, sim, uma legião de demônios, virou um grande missionário, anunciou em toda decápolis e muitas vidas se converteram. A mulher samaritana que pouco tempo depois de ter conhecido a Jesus já fez questão de comunicar a presença do Salvador. Saulo assim que teve um encontro com Cristo tornou-se um grande missionário. E sabe porque? Porque tiveram um encontro com Jesus e isso era muito importante que tinha que ser compartilhado. Um luz imensa que tinha que brilhar, e não dava pra conter.
Quando as pessoas passam num concurso qualquer, se casam, ganham um carro, ganham na loteria, logo logo, todos sabem. Talvez porque querem dividir essas alegrias. Talvez porque acham importante que pessoas de sua estima saibam de suas conquistas. Em contrapartida, quando conquistamos a maior vitória de nossas vidas, ou até mesmo a própria vida, que é Cristo Jesus, não nos precupamos em compartilhar essa alegria.
Com certeza todos temos pessoas que amamos, e se existe algo que devemos compartilhar esse algo é o amor de Deus. Se existe um presente que aqueles que estão próximos de nós precisam receber, este presente é Jesus. Não há notícia mais importante, não há nada mais importante, nem mais valioso que a vida de Cristo em nós.
Era essa importância que o próprio Cristo dava ao seu chamado e a vontade de Deus. O que nem mesmo os discípulos compreendiam, como vemos na passagem em que Jesus diz que a sua comida era fazer a vontade do Pai ou numa das cartas de Paulo aonde ele diz que devemos pregar o evangelho em tempo e fora de tempo.
Existe uma urgência que Cristo compreendia, que o livro de atos representava. O discípulos pregavam com maior alegria em circunstâncias nem sempre favoráveis, eram presos, açoitados, mas sabiam da importância de anunciar o evangelho. E hoje que estamos ainda mais perto do fim, nos permitimos não nos preocupar...

Quem somos?

Você não é um corpo, não apenas isso. O nosso corpo não tem vida própria, ou pelo menos não devia ter. Se sua mente não tem domínio ou controle de suas atitudes, você é um escravo de seu corpo, você não tem o domínio dele. Mas se seu corpo faz apenas o que sua mente determina, você é livre do corpo, mas não da mente. Você faz o que o seu corpo quer, o que sua mente quer, você é livre, você é escravo. Afinal, o seu espírito determina algo em seu modo de vida? Ou nunca pensou sobre isso?


Todos os corpos são escravos do mundo e daquilo que há no mundo. Você come, você bebe, você se veste e você precisa disso. Seu corpo que nasceu aqui, se alimenta aqui. Você vê, você deseja, você quer, você compra, sua mente precisa daquilo. E o corpo e a mente escravos de tudo que querem, que buscam, faz de nós escravos de nós e de tudo.


Nós temos amigos, temos familia. Fazemos laços. São nossos queridos, nos os amamos. Amamos o pais, amamos os filhos e nossos irmãos. Sorrimos, cantamos, choramos, sofremos. Nós precisamos disso.


Fazemos escolhas. Frequentamos escolas, fazemos projetos, profissões. Arrumamos emprego, compramos casa, nos casamos, temos filhos, novos laços, e somos nós. Somos mãe, somos pai, somos filhos, professores, alunos, amantes. E precisamos disso.


Somos o que comemos, somos o que vestimos, somos o que falamos. Mas é só o que somos? E se não tivessemos nada disso? Ainda seríamos? Quem seríamos?

um dia eu serei cristão...

Já vi diversas pregações aonde se dizia que existe uma barreira que impede o cristão de dizimar, o que eu acho ridículo. Sim! Eu acho ridículo! Mas esse não é o tema deste texto, não vim aqui pra falar de dízimos, mesmo porque esse assunto é um tanto batido. Vamos falar da igreja primitiva. Do que é ser, de fato, a igreja de Jesus, na simplicidade, no amor, na união dos irmãos. União invejável e nada parecida com os tempos de hoje.


Em diversos versículos do livro de Atos vemos como cooperava entre si os discípulos e irmãos, como viviam em união. É impressionante a fé que tinham, o amor que tinham pelo o evangelho e pelos seus. Todos vendiam suas herdades, suas fazendas, seus bens e repartiam entre si. Falar de dez por cento perante a igreja primitiva era desnecessário, pois ali se tratava de cem por cento, cem por cento divido entre todos. Ninguém tinha coisa própria sua, pois todos tinham tudo e tudo era comum a todos. Não havia necessitados, tudo era comum entre eles. (Atos 4. 32-35)


Não acredito que existe uma barreira perante o dízimo, penso que o dízimo em si já é a própria barreira, barreira imposta pela lei. Mesmo porque não existe nenhum texto no Novo Testamento que fala a respeito de dízimos ou de dez por cento. Muito pelo contrário, o evangelho diz que se de graça recebemos, de graça também demos(ou você não está debaixo da graça de Deus?).


Vamos parar de cantar mentiras. Vamos parar de pregar mentiras. Vamos parar de viver mentiras. Ou quando você canta :"Teu, teu, tudo é teu" é verdade? Se for, parabéns, você é cristão. Nós que nos dizemos povo de Deus mas somos incapazes de repartir o pão vivemos uma mentira. Achar que por ir aos cultos, ler a bíblia, orar, jejuar, faz de nós cristãos é um erro. Ser cristão é imitar ao máximo a Cristo, e eu bem sei, que não me pareço quase nada com Ele.


É hora de voltar, voltar a igreja que Cristo nos deixou, ao evangelho sem maquiagens, sem modificações. Eu consigo ouvir Jesus dizendo aos jovens de hoje: "vende tudo que tens e siga-me". Mas será que é isso que queremos? Você quer mesmo vender o seu carro novo, que você acabou de ganhar por passar no vestibular? Quer mesmo largar sua faculdade pra seguir a Cristo? Por que não vende seu playstation 3 e compra cestas básicas?


Não se trata de atitudes, se trata de coração. Não é simplesmente doar nossos bens. É ter um coração que ama o próximo. Um coração disposto a dar. Um coração disposto a amar. A igreja primitiva vivia em comunhão.


O mundo foi se tornando tão egoísta, tão individualista com o tempo, que hoje é quase impossível viver como a igreja primitiva. Hoje, cada um tem seu celular, seu computador, seu quarto. Irmãos não querem dividir nada com os que tem o seu próprio sangue, como dividirão com os outros? Dentro dos próprios lares as pessoas vivem como se sozinha vivessem. Existem aqueles filhos que saem de casa e nem com seus pais conversam. As pessoas choram sozinhas, sorriem sozinhas, vivem sozinhas. E onde está a comunhão?


Um irmão da igreja adoece, você ora e vai pra casa. Você não está preocupado com o seu irmão. Sabe porque não está? Sabe porque não sente a dor do outro? Porque não são corpo. Porque não somos unidade. Se fôssemos membros de um mesmo corpo, sentiríamos a dor do membro ligado a nós.


E porque não somos um corpo unido e bem ajustado como era a igreja primitiva? Porque, conforme diz a palavra de Deus, e é verdade, no fim dos tempos o amor de muitos se esfriaria. O amor é o que torna perfeita a união(Colossenses 3. 14).


De nada vale sermos iguais ao resto do mundo. No fim das contas, o que nos preocupa é estudar, nos formar, ter um bom emprego, uma bela casa, nos casar, ter filhos e morrer. E ainda temos a cara de pau de esperar o céu no fim das contas. A gente não quis se gastar. A gente só quis as promessas. E agora a gente quer o céu?


Chega de fingirmos que somos cristãos, se não quer se se gastar, fale a verdade. Pra que mentir que se importa? Pra que se enganar? Deus conhece você. Acorda! Faça sua escolha e assuma os riscos.


Tudo que é feito sem amor é morte. Não adianta, orarmos sem o coração, não adianta doarmos sem o coração. Se algo tem de mudar em nós, esse algo tem de mudar dentro de nós. Doar, até os que se dizem satanistas o fazem, ou você não sabia que tem muitos satanistas que doam cestas básicas? Vale repetir: Não se trata de atitude, se trata de coração.


Não há porque continuarmos indo a igreja, se não quisermos ser a igreja. Aquela que Cristo deixou, não esta que nós criamos com o tempo, maquiamos, ajustamos ao nosso contexto. Chega de enlatados, quero o Cristianismo vivo. Porque Cristo vive!






Tortinha de limão no copinho




Ingredientes:


  • 1 caixa de bis limão

  • 1 lata de leite condensado

  • 1/2 limão

  • meia caixa de chantilly

  • raspas de limão para decorar

Modo de Preparo:



  • bata o bis no liquidificador até virar uma farofa grossa e reserve

  • bata o leite condensado com o limão até criar uma consistência firme e reserve
Como montar:

Escolha uma copinho de licor, uma taça ou até mesmo copinho de sobremesa. Na primeira camada coloque parte do bis, depois o creme e o chantilly, e vá alternando até finalizar com o chantilly, use o restante do bis e as raspas de limão para decorar. Sirva gelado.