CONTEÚDO SÓLIDO

O estado sólido é um estado da matéria, cujas características são ter volume e forma definidos (isto é, a matéria resiste à deformação). Dentro de um sólido, os átomos ou as moléculas estão relativamente próximos, ou "rígidos". Mas isto não evita que o sólido se deforme ou comprima. Na fase sólida da matéria, os átomos têm uma ordenação espacial fixa, mas uma vez que toda a matéria tem alguma energia cinética, até os átomos do sólido mais rígido movem-se ligeiramente, num movimento "invisível".

eu voltarei para casa



eu queria voltar para casa
eu desconheço este lugar
não é aqui meu habitat
eu queria voltar para casa

eu queria voltar a ouvi-Lo
a somente ouvi-Lo
eu queria voltar ao início
voltar para casa

eu tenho uma imensa saudade de casa
nada aqui se assemelha a minha casa
nada aqui representa o meu lar
aqui definitivamente não é o meu lugar

eu voltarei para casa

ensaio para o amor, será sempre ensaio

quando você começa a amar, começa a doer também
cada máscara que lhe é tirada,
cada ferida tocada
você não tem tempo para sentir-se humilhado, diminuído, rejeitado
o amor não te dá tempo nem para respirar, daí então, se compartilha o ar, o amor, a dor
cada perdão é a morte, e aceitar o outro, é negar-se a vida, a carne, a alma, por amor, pelo amor, para o amor
e amar é quase sempre doer, é sangrar e dar vida, para que não morra, nem morram
é abnegar-se do seu desejo mais intrínseco, pra ver o outro respirar,
é contemplar o ar, o respirar, a vida, do objeto amado.
e amar, e amar, até que não lhe haja mais ar.

mudei de país


XX diz:
eu vou me casar
ou mudar de país
XY diz:
se vai casar comigo?
XX diz:
n
rs
XY diz:
kkkkkkkkkk
XX diz:
vc qria?
kkkkkkkk
XY diz:
eu queria =/
gosto tanto de vc
XX diz:
^^

'você está nessa demora porque isso não te importa tanto'

Muitas pessoas se deitam, fecham seus olhos e dormem. Outras se levantam, se vestem e vão. Algumas vendo as outras irem, gritam: 'espere por mim' e num impulso vão atrás. Talvez algumas nem se importem com aqueles que foram, e simplesmente dormem.
Ontem pela manhã, minha mãe me acordou me chamando para ir ao supermercado com ela. Dá pra imaginar meu humor naquele instante não é? Eu indignada dizia pra ela esperar que não havia lógica nenhuma em ir ao mercado tão cedo, não sabendo eu que já se passava das nove da manhã. Cochilei durante um bom tempo na cama, até que a vejo saindo do quarto, já arrumada dizendo que não iria me esperar, dei um pulo e saí da cama indo me arrumar. Ela me chamou algumas vezes, e eu ainda anestesiada me arrumava, clamando pra que ela esperasse eu me arrumar. Até que ela não aguentando mais esperar por mim, teve de sair, dizendo: você está nessa demora porque isso não te importa tanto. Ela foi sem mim, e ao vê-la batendo o portão senti uma enorme tristeza. Naquele instante eu percebi de que fato eu não me importava tanto por isso a deixei ir. Arrependida, eu me arrumei depressa e fui atrás dela.
Eu pensei muito no caminho. Queria saber o porque tudo aquilo não me importava, de fato. Mas não era surpresa nenhuma pra mim. A verdade é que sempre usaremos esse argumento de que não estamos prontos, quando na verdade mesmo, isso não nos importa tanto. Se me importasse fazer compras quanto importava para minha mãe, eu teria acordado e ido, sem grandes demoras. O que me importava mesmo era o meu sono, sagrado.
Eu realmente não gostei de ouvir que não me importava, porque aquela era a verdade e doía em mim. Por isso eu quis mostrar que eu me importava sim. Abri mão do sono, e fui. Porque eu me importava sim, eu precisava mostrar que sim.
A gente só se entrega por algo que vale a pena pra nós. E é exatamente por isso, que não são todos os cristãos que estão dispostos a se entregarem pelo Reino. É exatamente por isso, que não nos gastamos, pelas vidas, pelo evangelho, PORQUE NÃO NOS IMPORTA! Pelo menos não mais que a nossa própria vida, nosso conforto, nossas escolhas, nossa família, nossos empregos...
Por isso os missionários serão sempre vistos como os loucos, que se dão e se gastam. Que se arriscam, por realmente se importarem. Por viverem e até mesmo morrerem pelo que acreditam.
Muitas pessoas se deitam, fecham seus olhos e dormem. Outras se levantam, se vestem e vão. Porque se importam.

criança pinta é de canetinha!

Ninguém teve amor assim

Eu não posso deixar de falar sobre a cruz, jamais poderei. Essa semana, eu tive duas experiências que, de fato, me deixaram constrangida. Nas duas eu murmurei como aquele povo do deserto, e no fim, para minha surpresa, lá estava a terra prometida. Que a gente não merece nada eu estou cansada de saber, mas sabe quando você faz uma burrada e pensa 'agora, já era'? Foi dessa forma que me senti, e me senti mais constrangida ainda quando vi que no fim tudo deu certo, mesmo eu reclamando e resmungando...
Sabe quando você ganha um presente, inesperado, de uma pessoa que você nem valoriza tanto, e mesmo assim ela insiste, você diz que 'não precisa, que isso' porque no fundo, não compreende o porque daquela pessoa te dar aquele presente, nem é o seu aniversário, e com aquela cara de bocó, você aceita o presente. Bem, é assim que sinto. É assim que me sinto diversas vezes em que não sei como me portar diante de algumas diversidades, acabo pecando, e desmerecendo, e o amor de Deus sempre me surpreende, sempre me constrange.
Àquele que é digno de glória seja dada a glória: a Deus. De fato, minhas limitações e imperfeições são tantas, que se não fosse o amor de Deus, nem aqui eu estaria, eu nem ao menos existiria. A graça de Deus é que nos garante vida. Por isso, a cada dia que passo, a cada tombo, a cada queda, a cada obstáculo, lá está a cruz, e poder enxergá-la é que me garante a vitória. 'Essa é a vitória de quem venceu o mundo: a vossa fé.'
A verdade é que o amor de Deus independe de quem nós somos, depende apenas de quem Deus é. Considerando que Ele é amor!

o deserto é o meu lar

Olhos, nariz e boca, inchados. Nunca imaginei ser capaz de produzir tantas águas. E agora, esse grande deserto que me resta, seca-se outra vez. E outra vez não me sobrou nada, nem ao menos águas restam agora, só deserto. Mas isso nunca me assustou. Afinal, o deserto é meu lar. Eu gosto de estar de volta. É bom voltar pra casa. Quero ouvi-Lo agora que estamos a sós novamente...

esse clarão que me cega

tenho aprendido a suportar
tenho aprendido a viver
a andar descalça sem me queimar
e inútil tentar apagar o sol
e inútil calçar os meus pés nus
é inútil tentar não me queimar
é inútil tentar
é inútil
é

todo esse clarão que me cega
e queima, e arde em mim
esse clarão que me apavora
e me persegue
em quem você quer me transformar?
esse clarão não é luz
não não